-->

Fogos de artificio na Torre Eiffel

14 de julho é o único dia em que são permitidos fogos de artifício em Paris, e os desse ano forma especiais, porque partiram da prórpia Torre Eiffel, deixando tudo mais bonito (como quando os fogos de Copacabana eram lançados - perigosamente - da própria praia, hehehe).

Assista aqui um dos vídeos da festa na Torre Eiffel que aconteceu ontem

Paris + Mendoza = Buenos Aires?

Andei pesquisando hotéis em Paris e em Mendoza, mais de curiosidade do que por ter viagem marcada para esses lugares, não tenho, infelizmente!

Mas porque eu estou dizendo isso? Porque achei engraçado e surpreendente o Booking.com me sugerir Buenos Aires (veja a imagem abaixo) ...Interessante a criação de perfil em sites que costumamos usar, né?


E você, conhece Paris, Mendoza e Buenos Aires? O que achou da sugestão do Booking.com?

Guias de viagens

Você é daquelas pessoas que gostam de ter um guia de viagem a mão quando está em cidades diferentes, sem garantia de ter Internet em todo lugar?

Então veja aqui a página especial da livraria Cultura com os melhores guias de viagem e turismo para o mundo todo e compre o guia para a sua proxima viagem!
Guias de viagens

Conheça também a página do Submarino com guias de viagens:

Porque não fazer um cruzeiro

Eu sempre quis ter a experiência de fazer um cruzeiro, ficar em um navio sem ter terra à vista, e no final do ano passado finalmente fizemos um longo cruzeiro de férias (saindo de Marseille, França, vindo até o Brasil).

Um navio de cruzeiro impressiona, né?
Nesse post eu conto o que eu não gostei. Em outro, eu conto o que eu gostei (daqui a alguns dias o post estará pronto. Se quiser ser avisado, assine nosso feed Facebook)

Porque você não vai conhecer bem as cidades onde o navio aportar. Em uma parada do navio, normalmente você só tem umas 6 horas para conhecer o local, tendo horário fixo para voltar pro navio. Mesmo em cidades menores, é impossível dizer que você curtiu o local. No máximo, você viu ao vivo os principais pontos turísticos que você já conhecia pela televisão.

Em Barcelona, por exemplo, fomos direto para a Sagrada Família (em um onibus turístico hop-on/ hop-off) e acabamos optando por nem descer do onibus ali, porque estava tão cheio que só daria pra visitar isso, e nós ainda queríamos ver um pouco mais da cidade.

Também não deu pra visitar o Camp Nou, o Estádio do Barcelona, porque quando chegamos lá o último tour já tinha começado (OK, esse foi um pouco de falta de planejamento, mas como em um cruzeiro você acaba visitando muitas cidades, é impossível se programar pra todas). Mas tudo isso teria sido possível de visitar se tivéssemos pelo menos uns três dias na cidade.

A Sagrada Família, em Barcelona. Olha a fila!

A Sagrada Família, vista "ao vivo", mas do ônibus.

O Camp Nou, estádio do Barcelona. Também não deu tempo de fazer o tour guiado. Uma pena! Vou ter que voltar pra Barcelona um dia, hehehe.
Porque você não vai poder curtir a culinária local, e eu sinceramente acho que uma das melhores coisas de viajar é comer o que os locais comem. No navio, come-se muito, e tudo já está incluso nos custos, logo você vai acabar sem fome para saborear uma comida típica do local.  Além disso, como você vai estar com pouco tempo pra passear, vai dar preferência a "bater ponto" nos locais turísticos a sentar com calma em um restaurante.
Mar, mar e mais mar...Ter o mar na sua janela é ótimo quando você acorda, mas depois de uns dias...pode dar um certo tédio

Você pode ficar com tédio
Piscina! Gelada!
Apesar de os navios procurarem oferecer atividades o tempo todo, muitas não terão a sua cara...Aeróbica, jogos de gincana, piscina (cheia), televisão, shows à noite...nem todos agradarão.

Eu fiquei a maior parte dos dias simplesmente na piscina, ou olhando pro mar tentando achar golfinhos, baleias, tubarões, etc (sim, eles aparecem, veja no post safári marítimo).

OK, a travessia que eu fiz foi de 18 dias, sendo que 5 de navegação ininterrupta cruzando o Oceano Atlântico, acho que em um cruzeiro menor o tédio é menor :)

Todo dia eu acompanhava no GPS do celular (que funciona mesmo sem conexão) o nosso progresso na travessia do Oceano Atlântico.

Piscina cheia, mesmo gelada.

Distração: monitorar a posição do navio no GPS

Você vai ficar sem comunicação com o mundo.
Longe dos portos, Internet e sinal de celular não pegam.

Os navios até têm pontos de acesso, com computadores e WiFi, mas isso é pago, não é barato, como você pode imaginar, e a conexão é lenta e limitada...mesma coisa para telefone...ah, e se vc estiver no meio do oceano, a partir de certo ponto também quase não tem televisão...nós passamos uns 5 dias vendo CNN pegando mal, e uns programas repetidos da Fox...

Mas preciso dizer que, mesmo tendo pontos que desagradaram, a experiência foi legal, nosso objetivo nessa viagem era realmente descansar e não nos preocupar com nada. Para isso, o cruzeiro foi ótimo, mas eu não faria novamente.

Gosto de viagens com algum grau de descoberta e imprevisibilidade, descoberta de lugarezinhos das cidades que não estão nos roteiros turísticos, restaurantes de comida local, etc, e essa experiência é muito difícil de ter em um cruzeiro.

Related Posts with Thumbnails